• José Luís Peixoto

(POEMA) MEMMO ALFAMA, LISBOA

Atualizado: Ago 6

JLP in situ




Se o Tejo fosse um verbo ou uma fonte, haveria nesta tarde

suficiente expressão para saciar todas as bocas. Acreditamos

nos últimos dias de julho, na simples inocência dos telhados,

acreditamos no está e, logo a seguir, no já não está. Existimos

misturados com esta tarde, é a nossa respiração que a faz

entardecer.


José Luís Peixoto, inédito

Memmo Alfama, Lisboa, 29 de julho de 2021


*****


OBSERVAÇÕES:


No início deste mês fiz uma viagem pelo Alto Alentejo, no âmbito de um projeto com os Urban Sketchers. Já tinha ouvido falar deste coletivo internacional de desenhadores, mas os dias que partilhei com Celeste Vaz Ferreira e Lapin aprofundaram bastante os meus conhecimentos. Uma das ideias que me surgiu foi a de adaptar esse conceito para a escrita.


Eis os princípios do manifesto dos Urban Sketchers:


1- Desenhamos in situ, no interior e no exterior, registando diretamente o que observamos.

2- Os nossos desenhos contam a história do que nos rodeia, os lugares onde vivemos e por onde viajamos.

3- Os nossos desenhos são um registo do tempo e do lugar.

4- Somos fiéis às cenas que presenciamos.

5- Usamos qualquer tipo de técnica e valorizamos cada estilo individual.

6- Apoiamo-nos uns aos outros e desenhamos em grupo.

7- Partilhamos os nossos desenhos online.

8- Mostramos o mundo, um desenho de cada vez.


Trocando “desenhar” por “escrever” e “desenho” por “texto”, parece-me que pode haver aqui um conceito interessante a desenvolver.


Ontem, estava com o meu caderno no terraço do Memmo Alfama, quando me lembrei de tudo isto. E, de acordo com a paisagem que me rodeava e que levava dentro, surgiu este poema. (Na imagem, fotografei a versão passada a limpo.) Agora, aqui venho partilhá-lo online.


Este poema ainda não tem o formato ideal, creio que lhe falta mais ligação com o lugar e com o momento, mais detalhe descritivo, mas é um primeiro passo. Não tenho a intenção de criar um coletivo internacional, mas apenas de desenvolver uma experiência de escrita que trabalhe a relação do texto com o espaço, uma nova abordagem a um assunto que me é muito caro.


Irei partilhar esses textos online, tanto aqui, neste site, como nas redes sociais, com o hashtag #jlpinsitu .


Convido-vos agora a ler as minhas impressões sobre o Memmo Alfama AQUI.



Texto e foto de José Luís Peixoto