• José Luís Peixoto

ESTADOS DE YUCATÁN E QUINTANA ROO, MÉXICO

7 lugares onde comer na península de Yucatán, México



Há muito tempo que não fazíamos uma viagem tão planeada, em família, com todos os detalhes escolhidos e sonhados previamente. Foram duas semanas na península de Yucatán que correram muitíssimo bem, que fomos partilhando nas redes sociais. Por isso, à chegada, muitas pessoas nos pediram conselhos. Para essas pessoas e para a nossa memória futura, aqui fica a sugestão de



7 LUGARES PARA COMER NA PENÍNSULA DE YUCATÁN, MÉXICO



RESTAURANTE ZAMNA, IZAMAL



Excelente restaurante de comida yucateña. É obrigatório provar a sopa de lima, a longaniza (enchido grelhado), o poc chuc (carne de porco grelhada) e os tacos de cochinita pibil (carne de porco cozinhada debaixo da terra). Optámos por um combinado que incluía tudo isto e mais.





EL MESÓN DEL MARQUÉS, VALLADOLID


Um dos restaurantes mais conhecidos e concorridos de Valladolid, situado na praça central. Pertence ao hotel com o mesmo nome e tem uma fantástica varanda, excelente para ficar a apreciar o movimento da praça ao entardecer. A sala do restaurante propriamente dita mantém o ambiente senhorial da casa original e a comida está à altura do pitoresco requinte que promete.




RESTAURANTE PALMERAS, COZUMEL


No Malecón de Cozumel, logo à saída do ferry que chega de Playa del Carmen, é o primeiro restaurante que encontramos na ilha. E, incrivelmente, não é preciso procurar mais. Tinham-nos aconselhado a descer do barco e a deixarmos que Cozumel nos desse as boas-vindas através das mesas do Palmeras. Foi o que aconteceu. Por isso, agora, somos nós que o aconselhamos a outros.



LA MONINA, COZUMEL


Pelo acesso a peixe e a marisco fresco, pelo próprio ritmo de vida e por um turismo não tão massificado, Cozumel é um dos melhores lugares para comer nesta região do México. La Monina é uma referência em Cozumel. Com uma varanda privilegiada sobre aquele mar lindíssimo, que lugar seria melhor para comer uns tacos de camarões panados, regados com muito sumo de lima?



ROLAND’S, COZUMEL


Depois de semanas de tortilha, um toque de Itália ganha um valor próprio. Mais ainda quando não se deixa de aproveitar a extraordinária abundância que o mar oferece em Cozumel. Também com uma esplanada sobre as águas e vista incrível, com as luzes de mergulhadores noturnos a distinguirem-se a algumas dezenas de metros. Água tão apetitosa que, segundo nos foi contado off the record pelo senhor que nos serviu, muitas das festas que ali fazem acabam com metade dos convidados a lançar-se ao mar.



ANEMONA DE MAR BEACH CLUB, COZUMEL



Lançar-se à água é o mais esperado de quem vai ao Anemona de Mar. Situado no outro lado da ilha, é um dos poucos espaços concessionados no interior da reserva natural Punta Sur. Uma vez que se tem de pagar o bilhete para entrar na reserva e uma vez que é necessário atravessar-se toda a ilha para chegar lá (não é possível passar a noite na reserva natural), a proposta aqui é ficar o dia inteiro na praia. A qualidade da comida, no entanto, não foi descurada. Tacos de marisco fresquíssimo, quesadillas, toda a comida mexicana do mar que se possa imaginar.




RESTAURANTE LA MISSIÓN, COZUMEL


Ainda na ilha de Cozumel. Nota-se muito que comemos incrivelmente bem em Cozumel? Foi-nos dito que o La Missión é um clássico da ilha e, assim que chegámos, ainda não nos tínhamos sentado, já tínhamos percebido que assim é. O espetáculo de versões famosas tocadas ao vivo em marimbas, o atendimento feito por empregados com dezenas de anos de casa, ajudaram àquele ambiente de “paraíso tropical dos anos 70/80”, que ficou completo com os camarões cozinhados de todas as formas, com coco e sombrinhas de papel. Ainda estávamos lá e já parecia uma bela lembrança.




Texto de José Luís Peixoto

Fotos de Patrícia Santos Pinto