• José Luís Peixoto

DEPECHE MODE BAAR, TALIN, ESTÓNIA

Songs of Faith and Devotion



No dia a seguir ao desaparecimento de Andy Fletcher, teclista e um dos fundadores dos Depeche Mode, tive a oportunidade de descobrir este bar, em Talin, completamente dedicado a essa banda. Por conselho de um amigo, cheguei à morada certa, uma ruela medieval, no coração do centro histórico, a poucos metros da Raekoja Plats, a praça mais conhecida de toda a cidade.


Tudo neste bar é Depeche Mode, começando pela música, claro. Nos altifalantes do bar só passam canções de Depeche Mode. É difícil não repetir o nome da banda demasiadas vezes ao explicar o conceito do bar, uma vez que toda a decoração está ligada aos Depeche Mode, todos os cocktails têm nomes de canções dos Depeche Mode, os muitos ecrãs das paredes estão constantemente a passar atuações ao vivo e videoclips dos Depeche Mode. Sobre o balcão, está escrito em letras gigantes: We work for DM music.





O próprio Christian Fletcher aqui esteve em 2001, antes de um concerto da banda, tendo regressado várias vezes, na companhia de outros membros da banda. Aliás, essas visitas ajudaram muito a legitimar este bar, contribuíram para a sua justa fama.




Às vezes, passo bastante tempo sem ouvir Depeche Mode. No entanto, sempre que regresso à música desta banda, reencontro uma força muito própria, emoções de um tempo que ainda me constitui, memórias pessoais, e dou comigo a pensar: preciso de ouvir Depeche Mode com mais frequência. Foi o que senti após esta passagem pelo Depeche Mode Baar, em Talin, é o que sinto agora.



Texto e fotos de José Luís Peixoto