top of page
  • José Luís Peixoto

TUTUALA, TIMOR-LESTE

Atualizado: 30 de out. de 2020


Tutuala




Preocupámo-nos demasiado. Afinal, bastava o mar, a areia e o céu, bastava ar limpo, a graça de saber respirar e a proteção da ilha de Jaco. Bastava palavras impolutas, guardadas desde o início do tempo, à espera de serem pronunciadas exatamente agora ou, talvez, caladas agora de novo, indistintas do silêncio, feitas de silêncio.


Partilhamos a paz dos peixes e das nuvens. Suspensa na água e no céu, suspensa na manhã, existe uma única paz, atravessa aquilo que nos toca e atravessa-nos, somos indivisíveis da paisagem. Por isso, as crianças brincam sobre a nossa pele, riem-se sobre os nossos ouvidos, são crianças em nós.



Texto e foto de José Luís Peixoto





Kommentarer

Kunne ikke indlæse kommentarer
Det ser ud til, at der var et teknisk problem. Prøv at oprette forbindelse igen eller opdatere siden.
bottom of page