top of page
  • José Luís Peixoto

TIERGARTEN, BERLIM, ALEMANHA

Respirar na natureza


Talvez a grande explicação para Berlim esteja neste fabuloso jardim. Com uma área de 250 hectares, o Tiergarten é o maior parque da cidade. Com árvores que datam de quando os reis da Prússia o usavam como terreno de caça, foi tornado público no final do século XVII. Mas as árvores não pararam de crescer.

Estes são caminhos podem ser feitos a pé, o som dos passos na terra, mas também há muita gente a fazê-los de bicicleta, os pneus a rodarem nessa mesma terra. Há lagos que alimentam plantas e que, a seu tempo, também se alimentam delas. Há a natureza profunda e absoluta.


Pode atravessar-se o Tiergarten para se chegar a algum lugar, as suas fronteiras não ficam muito longe das Portas de Bradenburgo, da Praça de Potsdam ou do Bundestag, por exemplo. Mas também se pode dar voltas sem fim no interior do Tiergarten, como fazem certas aves que, voando entre um e outro ramo, passam ali boa parte da sua vida.


No seu centro, precisamos de fazer um esforço para nos lembrarmos de que estamos numa cidade. A natureza rodeia-nos. Mas talvez seja necessário um lugar assim para tornar possível uma cidade como Berlim, para que se entenda aquilo que é.



Texto e foto de José Luís Peixoto

bottom of page