• José Luís Peixoto

COMFORT INN, PONTA DELGADA

Bem receber



Neste momento, conheço cinco ilhas dos Açores. Espero que o futuro me dê oportunidade de visitar as restantes. No entanto, já não consigo contar as vezes que estive na ilha de São Miguel e na sua capital, Ponta Delgada. Ultimamente, tenho ficado alojado no Comfort Inn.


É um hotel de cadeia e, por isso, com a exceção de alguns preciosos detalhes do pequeno-almoço, oferece condições standard. Há, no entanto, um elemento que o torna excecional: as pessoas.


Há muitos tipos de sorrisos, nem sempre conseguimos explicar as diferenças entre eles, de tão subtis. No Comfort Inn de Ponta Delgada, os sorrisos que recebemos são os certos, os sinceros. Nos Açores que conheço, há esta timidez que cresce aos poucos, hospitalidade tão pura, tão limpa, como a natureza desta terra. É uma forma de relacionar-se com os outros sem exuberância, sem exagero, mas que brilha no olhar, encontro verdadeiro.


Neste hotel, tenho sido recebido assim. E, quando saio, desço a rua e, logo a seguir, estou na Igreja de São Sebastião, a matriz. Pouco depois, estou na marginal, onde vou visitar os meus amigos à livraria Solmar.


Cheguei hoje de Ponta Delgada, esta manhã mesmo. Ao escrever estas palavras, já sinto saudades.



Texto de José Luís Peixoto

Foto retirada da internet